Notícias

Julho Amarelo – Mês de combate às Hepatites Virais

27/07/20 - 8:39:33 (Administrador)
Alterado em: 27/07/20 às 8:40:08 por Administrador

As hepatites virais são ainda um grave problema de saúde pública no Brasil e no mundo. No Paraná, as principais formas diagnosticadas são dos vírus A, B e C. E com o objetivo de realizar diagnósticos de forma precoce evitando assim o avanço da infecção, instituiu-se o mês de Julho como o mês de combate às hepatites virais, sobretudo dos vírus B e C, onde os serviços de saúde colocam em pauta a importância da prevenção, do diagnóstico e tratamento para este agravo, sendo o dia 28 de julho o dia  mundial de luta contra as hepatites virais.

A Hepatite é uma infecção que atinge o fígado e pode causar alterações leves, moderadas ou graves. Entretanto, na maioria das vezes a infecção se dá de forma silenciosa sem manifestação de sintomas e, quando estes ocorrem a doença costuma estar em um estágio avançado, tendo consequências como a fibrose avançada ou cirrose, podendo levar ao desenvolvimento de câncer e necessidade de transplante do órgão.

O CTA/SAE é referência para o atendimento das Hepatites B e C, estas que podem ser transmitidas por meio de relação sexual desprotegida com alguém infectado, assim como por compartilhamento de objetos pessoais (lâmina de barbear/depilar, escova de dentes, material de manicure/pedicure, agulhas e perfuro cortantes contaminados), e durante a gestação e parto, se a gestante infectada não fizer o tratamento adequado.

O uso de preservativo em todas as relações sexuais, a vacinação (Hepatite B), e o não compartilhamento de materiais de higiene pessoal e perfuro-cortantes são formas eficazes de prevenção aos vírus B e C. O diagnóstico para estes dois tipos de hepatites virais pode ser feito a partir de testagem rápida disponível nas unidades de saúde e centros de testagem, de forma gratuita. A hepatite B raramente tem cura, mas tem tratamento, já a hepatite C tem tratamento e cura na maioria dos casos.



Dados do CTA/SAE:

No primeiro semestre de 2020 foram realizados no CTA/SAE 684 atendimentos médicos para hepatite, entre acompanhamentos e casos novos. Neste ano, no setor, os diagnósticos novos que iniciaram tratamento foram 52 de Hepatite B e 12 de Hepatite C.



Importante!

Devido à pandemia do novo coronavírus, a testagem rápida em livre demanda está temporariamente suspensa no CTA/SAE, entretanto os atendimentos médicos, coleta de exames e dispensa de medicação estão funcionando normalmente.



Texto por: Serviço Social e Psicologia CTA/SAE.